Como Receber Auxílio Doença do INSS

Auxílio Doença do INSS é um direito garantido para todo trabalhador que contribui com o INSS e você que está precisando usar o Auxílio exija seus direitos.


O Instituto Nacional do Seguro Social refez as regras para o recebimento do Auxílio Doença do INSS e de outros benefícios sociais. A partir de 2015 é necessário prestar muita atenção antes de entrar com o pedido para receber o Auxílio Doença do INSS.

Para este benefício em especial as alterações são referentes ao prazo para “entrar na caixa” com as novas regras os trabalhadores e as empresas serão impactadas de forma negativa.

A alteração anunciada no início do ano deixou muitos surpresos, pois além de falar do Auxílio Doença do INSS também se refere a outros benefícios como abono salarial, seguro-desemprego, seguro defeso e pensões. As regras para o trabalhador que adoece ficaram mais rígidas e o cálculo do benefício foi alterado, o que pode diminuir de forma significativa o valor a ser oferecido para quem estiver doente.

Como era o Auxílio Doença Antes das Novas Regras

Até 2014 o trabalhador adoecido passava a receber o Auxílio Doença do INSS a partir de 15 dias de afastamento do trabalho.  Se um trabalhador quebrasse a perna, por exemplo, e por orientações médicas fosse necessário ficar 30 dias em repouso, os 15 primeiros dias seriam pagos pela empresa onde esse funcionário trabalha, os outros 15 seriam pagos pelo governo.

Como Receber o Auxilio Doença do INSS

O valor que esse trabalhador receberia seria uma média dos 80 melhores salários-contribuição que ele já havia recebido durante sua vida profissional. Por conta desse cálculo é que muitos acreditavam ganhar mais do que o salário atual, pois a conta puxava os salários oferecidos em outros empregos ao longo da vida profissional do trabalhador.

Novas Regras para o Auxílio Doença do INSS

Mas para conter os gastos do governo as regras do Auxílio Doença foram modificadas, mudando o tempo que o trabalhador precisa estar afastado para receber o benefício e até mesmo os valores que serão oferecidos durante o período de afastamento.

Veja como ficou:

* Dias de afastamento – a primeira regra para receber o Auxílio Doença que foi mudada se refere aos dias de afastamento. Agora será preciso ficar afastado por 30 dias para poder solicitar o benefício, sendo que esse primeiro mês de afastamento será pago pelo empregador.

* Valor do benefício – O valor do Auxílio Doença será equivalente à media dos salários dos últimos 12 meses, ou seja, a conta não será mais feita pelas maiores contribuições ao INSS, mas sim de acordo com o salário recebido nos últimos meses.

* Perícia médica – O fator determinante para o recebimento do Auxílio Doença são as perícias médicas que agora poderão ser feitas pelo serviço médico da própria empresa, desde que esta firme convênio com o INSS.

Quem Pode Solicitar o Auxílio Doença

Para solicitar o Auxílio Doença do INSS é preciso ser um trabalhador com registro formal na carteira ou contribuinte da Previdência Social por pelo menos seis meses.

Quem não contribui com o INSS só poderá solicitar o benefício se contrair doenças como tuberculose ativa, cardiopatia grave, hanseníase, neoplasia maligna, cegueira, paralisia irreversível e incapacitante, doença de Parkinson, espondiloartrose anquilosante e outros males.

A Previdência Social esclarece todas as dúvidas sobre este benefício através de seu site e também através do telefone 135, onde você também pode ligar para agendar perícias e dar entrada no pedido do Auxílio Doença.

-
Facebook Twitter Google Plus WhatsApp
Sobre o autor: Marcos Aurelio nasceu em Chapecó Santa Cataria e hoje mora em Caxias do Sul no Interior do Rio Grande do Sul, onde aprendeu a torcer para o Juventude e uma das suas maiores alegrias foi em 1999 quando o time foi campeão da Copa do Brasil. Mais deste autor.

3 Comentários para "Como Receber Auxílio Doença do INSS"

  1. Recebir o auxilio doença durante 3 messes , percebi que o valor recebido por mês não estava de acordo com o meu salário da empresa a quem devo recorrer para fazer uma correção?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *