Curar Garganta Inflamada com Remédio Caseiro Natural

Garganta Inflamada é um problema que aflige muita gente e que atrapalha a todos no âmbito profissional e pessoal e aqui temos dicas de Remédios Caseiros...


O início do inverno não representa apenas a queda das temperaturas em boa parte do Brasil, mas também a chegada de inúmeras doenças típicas da estação. Normalmente, as variações climáticas afetam o sistema imunológico da maioria das pessoas, deixando a garganta inflamada e provocando febre.

De fato, a garganta inflamada é um dos sintomas mais comuns da guerra travada pelo próprio organismo para se adaptar ao frio nas primeiras horas da manhã e ao aumento da temperatura no começo da tarde. Portanto, é essencial tomar muito cuidado e se manter sempre bem agasalhado.

No entanto, a dor de garganta pode atingir crianças, jovens e adultos e causar inúmeros inconvenientes, como, por exemplo: a dificuldade em se alimentar, as crises de tosse e dor pelo corpo inteiro. Mas, o que não faltam são dicas de amigos e conhecidos a respeito de remédios caseiros e naturais para acabar com esse mal estar o quanto antes.

Conheça 3 Opções de Remédios Naturais para Curar a Garganta Inflamada

1 – Xarope de mel e gengibre

Provavelmente, você já deve ter recorrido a este famoso xarope de mel e gengibre para suavizar os efeitos de uma garganta inflamada ou mesmo aliviar as dores de alguém ente querido, principalmente, o seu filho. Por contar com o sabor doce do mel, as crianças tendem a aceitar o consumo deste remédio.

Você vai precisar de 1 xícara de mel, 1 colher de extrato de própolis e 1 colher de gengibre em pó. Inicialmente, você deve misturar e colocar tudo no fogo até ferver.

Curar Garganta Inflamada com Remédio Caseiro

Espere ficar na temperatura morna para armazenar em um recipiente. Os adultos devem ingerir 2 colheres desta mistura diariamente, enquanto que as crianças com menos de 12 anos devem receber apenas um colher.

Mel com Limão Ajuda no Problema de Garganta Inflamada

Outra medicação passada de geração em geração é a mistura de mel com limão e que tem sua eficiência comprovada. Isso acontece porque o mel auxilia a minimizar a dor por algumas horas, mas não soluciona o problema todo.

Além disso, o limão age naturalmente contra a inflamação e ainda colabora com o fortalecimento da imunidade em função da alta concentração de vitamina C, acabando com aquela sensação angustiante de exaustão.

Conheça os Benefícios do Óleo de Coco

Mas, vale lembrar que este texto conta com função meramente informativa e não substitui as recomendações do seu médico. Da mesma maneira que esta solução caseira pode ser determinante para o seu bem estar e complementar o tratamento.

Gargarejos com Água Morna e Sal Ajuda no Tratamento

Quem nunca realizou gargarejos com água morna e sal para diminuir os efeitos da garganta inflamada ou preparou essa solução doméstica para seu filho? Esta é uma das receitas mais conhecidas, sendo bastante útil para a situação.

Afinal, a água em temperatura morna auxilia a combater as dores, já que o ato do gargarejo resulta em uma mudança no pH e melhora o seu estado clinico. Você vai necessitar somente de 1 copo de água morna e 1 pitada de sal.

Basta ferver a água, esperar esfriar um pouco, colocar em um copo com sal e fazer diversas séries de gargarejos ao longo do seu dia. Quanto mais, melhor para acelerar o processo de recuperação da sua garganta inflamada.

Quem não sofre com os efeitos da garganta inflamada ou se angustia por ver o filho com dificuldade para se alimentar e reclamando de fortes dores no inverno? Mas, com essas soluções caseiras e simples, você pode resolver o problema em tempo recorde e sem gastar nada!

TURBO XTREME BLACK Secador de Gordura Natural
Facebook Twitter Google Plus WhatsApp
Sobre o autor: Marcos Aurelio nasceu em Chapecó Santa Cataria e hoje mora em Caxias do Sul no Interior do Rio Grande do Sul, onde aprendeu a torcer para o Juventude e uma das suas maiores alegrias foi em 1999 quando o time foi campeão da Copa do Brasil. Mais deste autor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *