Hipertireoidismo Sintomas, Causas e Tratamento

Hipertireoidismo é uma doença com alta nos hormônios tireoidianos, por diversas causas. O tratamento, sintomatologia e complicações mais frequentes aqui.


Hipertireoidismo é uma super produção de hormônios tireoidianos. Fisiologia da Tireoide. O hipotálamo produz o hormônio TRH necessário a estimular sua glândula vizinha, maestra de todas as glândulas, adenohipófise a produzir TSH.

Este hormônio produzido irá cair na corrente sanguínea e chegar na glândula tireoide para produzir os hormônios T3 e T4, necessários para o metabolismo de todas as células do corpo.

Sem T3 e T4, o metabolismo se torna lento e a pessoa começa a ter a clínica de hipotireoidismo.

Com excesso destes hormônios, a condição clínica se inverte e então temos o hipertireoidismo. Mas, será que uma hiperfunção de uma glândula pode trazer sintomas?

O metabolismo começa a ficar mais acelerado, gerando sintomatologias em todo o corpo e bem clássicas ao olho do clínico atento.

Causas de Hipertireoidismo

Entre as causas mais comuns de Hipertireoidismo estão a doença de Graves, a ingestão excessiva de iodo, tireoidites (inflamações na tireoide), tumores não cancerígenos da tireoide ou a nível central, superdosagem de hormônio para tratamento do hipotireoidismo e tumores testiculares ou de ovário.

Dependendo da causa, os hormônios T3 e T4 podem aumentar subitamente ou demorar um tempo maior, caracterizando uma doença crônica.

Sintomas de Hipertireoidismo

Os sintomas do Hipertireoidismo são aqueles opostos aos do hipotireoidismo. Estas duas doenças são muito interessantes de serem lidas juntas justamente porque uma condição tem características opostas as da outra.

Hipertireoidismo

Enquanto no hipotireoidismo há aumento do peso, diapnéia, bradicardia, intolerância ao frio, no hipertireoidismo há exatamente o oposto: perda de peso, taquigrafia, intolerância ao calor, sudorese, diarreia, nervosismo, menstruação irregular. Veja a lista de sintomas gerais:

  • Fadiga
  • Diarreia
  • Bócio (glândula aumentada)
  • Intolerância ao calor
  • Fome
  • Sudorese
  • Amenorreia
  • Inquietude e Nervosismo
  • Perda de peso (às vezes ganho de peso)
  • Ginecomastia em homens
  • Pele úmida
  • Queda de cabelo
  • Tremores nas extremidades
  • Fraqueza
  • Hipertensão
  • Pulsos irregulares
  • Pulso rápido
  • Exoftalmia (fácies basedowiana)
  • Pele avermelhada
  • Insônia
  • Náusea e vômitos
  • Prurido

Diagnóstico do Hipertireoidismo

Na consulta com um clinico, alguns sinais são importantes de serem percebidos, como a pressão sistólica alta, presença de tremores, fácies basedowiana, taquicardia.

Nos exames laboratoriais do hipertireoidismo freqüentemente temos baixa no hormônio TSH e alta de T3 e T4. A situação tem de ser compreendida como um todo, pois a doença varia de pessoa a pessoa e os achados podem variar.

Tratamento do Hipertireoidismo

Dependendo da causa do hipertireoidismo, estabelecemos o tratamento mais indicado. Pode-se usar medicamentos antitireoidianos, iodo radioativo (que destrói a tireoide e impede o excesso de hormônios), cirurgia para remoção da tireoide em casos mais graves.

Hipertireoidismo Tratamento

Com a cirurgia de remoção da glândula, o indivíduo fará o processo inverso: hipotireoidismo, necessitando suplementação diária de medicamentos pro resto da vida.

O tratamento para os sintomas são indicados para tratar alguns efeitos como a taquicardia, sudorese e ansiedade enquanto não há o controle da doença.

Usa-se os betabloqueadores, medicamentos anti-hipertensivos indicados também para o sucesso terapêutico do hipertireoidismo.

Quem trata essa doença é o endocrinologista, que deve ser consultado antes de qualquer tipo de automedicação. Raramente causa o óbito, mas deve ser tratada com cuidado para melhor a qualidade de vida do indivíduo e evitar complicações indesejadas.

Complicações do Hipertireoidismo

O hipertireoidismo por doença de Graves geralmente é mais grave e há piora dos sintomas com o tempo. Entre as complicações estão a tireotoxicose com febre, déficit de atenção e dor abdominal.

O tratamento é feito através de internação em serviço de saúde, com ou sem outras complicações relacionadas ao hipertireoidismo, que incluem: frequência cardíaca acelerada, insuficiência cardíaca congestiva, fibrilação atrial, alto risco da ocorrência de osteoporose, cicatrizes, rouquidão por lesão no nervo laríngeo recorrente e tratamentos que podem complicar como a reposição de T3 e T4 e cirurgia.

TURBO XTREME BLACK Secador de Gordura Natural
Facebook Twitter Google Plus WhatsApp
Sobre o autor: Grazielle Dias cursou moda na IED BRASIL no Rio de Janeiro, morou 2 anos em Milão na Itália quando seus pais foram transferidos para presidir uma multinacional e hoje trabalha com artigos voltados para o publico feminino com dicas de moda e tudo que faça parte do mundo feminino. Mais deste autor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *